Dois estudantes de Engenharia e uma de Administração foram os vencedores da 19ª edição do Prêmio. Duas mulheres são premiadas na estreia da categoria Inova Talentos

Na noite desta quinta-feira (21 de setembro), três universitários mostraram a força e o potencial das cidades do interior goiano para revelarem grandes talentos para o mercado de trabalho. São os vencedores da 19ª edição do Prêmio IEL de Talentos, realizada no salão de eventos Daniel Vianna, na Casa da Indústria, em Goiânia. Os vencedores concorrerão ao prêmio nacional, em 26 de outubro, em São Paulo.
Nascida em Aparecida de Goiânia, a estudante do 5º período do curso de Administração, Stefanny Karolinny Nunes De Carvalho, de 21 anos, foi estagiária por seis meses na Sousa Andrade Construtora, que gostou do seu desempenho e a efetivou na empresa. Seu projeto, chamado Agrotelemetria, mede e transmite dados à distância, para saber de forma assertiva quanto está sendo gasto de água com a irrigação nas lavouras, utilizando a quantidade necessária para cada cultura. Stefanny, que teve como supervisora Halinne Fernandes de Melo, conquistou o 1º lugar na categoria Projetos Inovadores (Grande Empresa).
“Essa conquista representa meu crescimento dentro do meio organizacional. Quando comecei esse trabalho, estive em meio a diversas dificuldades, mas a vitória significa que não só superei esses desafios, como também consegui gerar um resultado esplendido a partir do meu esforço e dedicação”, comemora Stefanny (foto), que cursa o 5º período de Administração no Centro Universitário Alfredo Nasser (Unifan), em Aparecida de Goiânia.

OS ENGENHEIROS
Nascido em Niquelândia (Região Norte de Goiás, a 304km de Goiânia), Mayk Sannder da Silva Oliveira Santos, de 22 anos, cursa o 9º período de Engenharia Mecânica, na Universidade Paulista (Unip), em Goiânia. Há 1 ano e meio, ele é estagiário do Flamboyant Shopping Center, empresa que participou do Prêmio IEL pela primeira vez e fechou o pódio da categoria Projetos Inovadores (Média Empresa), com três finalistas.
Mayk (foto), que teve como supervisor Arthur Augusto Araujo Soares, desenvolveu o projeto PCM Adaptavel, um sistema de manutenção customizado para a necessidade do Flamboyant, levando controles por meio de dashboards e facilidades para os solicitantes de serviço. “Vencer o Prêmio IEL é um reconhecimento de mais alto nível para um estagiário ou jovem talento. Sair do interior do Estado para estudar e crescer profissionalmente conquistando um prêmio como esse, é muito gratificante e me indica que estou no caminho certo”, ressalta Mayk, que espera vencer o Prêmio IEL Nacional, em outubro, e um dia montar o seu próprio negócio.
Nascido em Jataí (Sudoeste goiano, a 321km da capital), Anthony Vitor Silva Lima, de 20 anos, está cursando o 6º período de Engenharia Elétrica, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFG), em Goiânia. Ele desenvolveu o projeto chamado Controladora Multifuncional, que utiliza tecnologias avançadas da indústria 4.0 de hardware e software para processar imagem e reconhecer pessoas e padrões para liberação do acesso de áreas ou sistemas restritos.
Há 7 meses, Anthony (foto) estagia no Instituto Senai de Tecnologia em Automação, sob supervisão de Igor Morro Mello. O estagiário ficou em 1º lugar na categoria Projetos Inovadores (Micro e Pequena Empresa) e espera, em um futuro próximo, “receber oportunidades nacionais ou até mesmo internacionais de adquirir conhecimentos multidisciplinares aplicado ao desenvolvimento tecnológico”.
“A parte mais importante de receber o Prêmio do IEL é o reconhecimento de que todos em uma empresa podem gerar resultados impactantes independente do cargo ou função. Minha meta é crescer profissionalmente, acumulando conhecimento, passando por diversas experiências únicas de trabalho”, estima.

CATEGORIAS
Após criteriosa apreciação da Comissão Avaliadora, os finalistas foram definidos em agosto. Pelo quarto ano consecutivo, foi disputada a categoria Projeto Inovador, que reconhece a empresa, o estagiário e o supervisor que desenvolveu e implementou o projeto mais inovador. 
Os projetos foram apreciados pela Comissão Avaliadora que apontou os 18 finalistas das 5 categorias – Empresa inovadora, Educação Inovadora, Projetos Inovadores, Inova Talentos e Prêmio IEL Social – subdivididos em outras seis categorias: Educação Inovadora (Nível Técnico), Educação Inovadora (Nível Superior), Projetos Inovadores (Micro/Pequena empresa), Projetos Inovadores (Médias Empresas), Projetos Inovadores (Grandes Empresas) e Inova Talentos (Projeto Inovador e Artigo Inovador). 
O estágio é o carro-chefe do IEL Goiás, que já colocou mais de 380 mil estagiários em campo nos seus 53 anos de existência em Goiás. Mais de 3,5 mil empresas possuem estagiários encaminhados pelo IEL Goiás, oriundos de cerca de 800 instituições de ensino.

Nova categoria e mudança de nome
Neste ano, o tradicional Prêmio IEL de Estágio também premiou os participantes do Programa Inova Talentos, que fomenta projetos de inovação em empresas e capacita jovens por meio de bolsas. Por isso, o evento passou a se chamar Prêmio IEL de Talentos. Além de continuar reconhecendo as melhores práticas de estágio, agora, o IEL também premia os graduandos, graduados, mestres e doutores que recebem bolsas para atuar em projetos de inovação, adquirindo experiência e vivenciando o ambiente empresarial, sob a supervisão de tutores nas empresas.
O Inova Talentos foi disputado nas categorias Artigo Inovador, que reconhece o artigo científico redigido pelo bolsista; e Projeto Inovador, que reconhece a empresa, o bolsista e o tutor que desenvolveram e implementaram os projetos mais inovadores no âmbito do programa Inova Talentos.
As mulheres dominaram a premiação. Marcela Cristina Pereira de Barros, nascida no Rio de Janeiro e formada em Farmácia, é bolsista doutora no Laboratório Teuto Brasileiro, em Anápolis. Ela foi a vencedora nas categorias Artigo Inovador e Projeto Inovador. Natural de Guadalupe, no Piauí, a engenheira agronômica Ane Caroline Pereira Barbosa, bolsista no Sinagro Produtos Agropecuários S.A., ficou em 2º lugar na categoria Projeto Inovador.

PREMIAÇÃO
Nesta etapa estadual de 2023, os estagiários que conquistaram o 1º lugar em suas categorias, receberam premiação de R$ 2 mil, além de troféu e certificado de finalista. O supervisor do projeto e a empresa também ganharam troféu e certificado de finalista.
A premiação do Inova Talentos foi disputada em duas modalidades: Artigo Inovador e Projeto Inovador. As bolsistas primeiras colocados em cada categoria receberam prêmio de R$ 2 mil, troféu e certificado. As empresas ganharam troféus. Os segundos e terceiros lugares ganharam troféu e certificado - as empresas receberam troféu.

Prêmio IEL Nacional terá 7 finalistas de Goiás e 1 do DF
Os projetos de cada região já foram enviados ao Núcleo Nacional do IEL e as informações foram avaliadas por uma equipe técnica convidada pelo IEL Nacional, que indicou os finalistas para o Prêmio Nacional - será realizado em 26 de outubro, em São Paulo.
Em 2022, Goiás teve o maior número de indicações entre os estados (e Distrito Federal) que tiveram projetos finalistas na etapa nacional, que envolveu projetos de 2020 e 21 por causa da Pandemia de Covid-19. Quatorze representantes goianos estiveram no pódio – sete primeiros lugares, três segundos e quatro terceiros. Em 2023, foram classificados como finalistas do Prêmio IEL Nacional: Agroquima (Empresa Inovadora – grande porte), Flamboyant Shopping Center (Estagiário Inovador – médio porte - Mayk Sannder da Silva Oliveira Santos), Laboratório Teuto (Artigo Inovador – Marcela Cristina Pereira de Barros), Lara Martins Advogados (Empresa Inovadora – micro e pequena), Opus Incorporadora (Empresa Inovadora – média), Sesi Vila Canaã (Educação Inovadora – Ensino Técnico), Sousa Andrade Construtora (Estagiário Inovador – grande porte - Stefanny Karolinny Nunes De Carvalho) e UDF Centro Universitário (Educação Inovadora – Ensino Superior).

 

 

DEPOIMENTOS

“É com muita satisfação que, a cada ano, conquistamos resultados positivos em todas as nossas áreas, sobretudo no estágio, que é nosso carro-chefe. É muito importante estarmos valorizando estudantes com potencial para, em um futuro próximo, comandar nossas indústrias e os destinos do nosso País. E fico ainda mais feliz por ver jovens e suas empresas se dedicando para ajudar o próximo gerando uma arrecadação de alimentos tão grande como foi neste ano, o que vai impactar na vida de milhares de pessoas necessitadas.”
Flávio Rassi, vice-presidente da FIEG e diretor do IEl Goiás.

“Parabenizo pelo empenho, pelo investimento e pelo grande trabalho desenvolvido pelas empresas, indústrias e instituições de ensino, que compreendem a importância do estágio e se fazem cada dia maiores investindo em talentos, elevando a qualidade de seus produtos e serviços, assim valorizando todos nós consumidores. Empresas e instituições de ensino que acreditam no trabalho do IEL Goiás nos tornando, a cada dia, maiores”.
Humberto Oliveira, superintendente do IEL Goiás.

“É uma felicidade e uma honra muito grande estar em Goiás para prestigiar o Prêmio IEL de Talentos. O IEL Goiás é uma referência entre seus coirmãos. É beber na fonte do conhecimento e ver o sucesso do IEL e dos talentos finalistas”.
Eduardo Vaz, superintendente do IEL Nacional

“É um dia de comemorar os jovens talentos, os estagiários e os bolsistas do Inova Talentos. Temos mesmo que valorizar todos estes talentos, que estarão enriquecendo o mercado de trabalho com suas capacidades”.
Patrícia Moreira, gerente executiva de negócios do IEL São Paulo

“Há 15 anos, temos essa parceria com o IEL no Programa de Estágio. Temos dez estagiários em nosso quadro e dois sócios que já foram nossos estagiários. Estamos muito felizes por termos chegado à final do Prêmio IEL de Talentos, o que nos mostra que estamos no caminho certo ao investir nestes jovens estudantes de talento.”
Alessandra Coelho, sócia-proprietária da Jacó Coelho Advogados e 2º lugar na categoria Empresa Inovadora (Micro e Pequena)

“A conquista da posição de finalista no Prêmio IEL de Talentos representa um marco significativo para a PUC Goiás. Isso demonstra o reconhecimento externo da excelência acadêmica da Universidade e de seus estagiários, validando a qualidade da formação oferecida. A visibilidade proporcionada pelo Prêmio IEL de Talentos também pode atrair parcerias estratégicas, investimentos e oportunidades de pesquisa, contribuindo para o crescimento institucional e o impacto positivo na comunidade acadêmica e na sociedade como um todo.”
Professora Marília Rabelo, da Coordenação de Apoio ao Estágio, Egressos e Empresa Juniores (Caeme) da PUC Goiás

“O prêmio IEL de Talentos reconhece a importância do estágio na educação para o mundo do trabalho. A UFG hoje possui mais de 1,5 mil estudantes em estágio não obrigatório, sendo que quase 600 são pelo IEL. Com certeza, a UFG, estando como finalista do Prêmio, tem buscado a ampliação de oportunidades para que os graduandos passem, ao longo de seu percurso acadêmico, por experiências práticas enriquecedoras da sua formação profissional.”
Ana Cristina Rabelo, Coordenadora Central de Estágio da Universidade Federal de Goiás (UFG)

“Sermos finalistas do Prêmio IEL, é o reconhecimento pelo trabalho bem efetuado em equipe e a certeza de que somos capazes de criar e realizar, em conjunto, projetos que visem ajudar a população. Ressaltando a importância do Projeto que nos proporcionou sermos finalistas, trata-se de um assunto de extrema importância na sociedade, a instalação de uma Procuradoria da Mulher na sede da Câmara Municipal, no intuito de acolher as mulheres violadas, e dar todo o amparo necessário.”
Sara Maria Silva, presidente da câmara de Nova Veneza

“Para o Senac, participar do Prêmio IEL de Talentos é muito importante, porque valorizamos muito o estágio como uma ponte para a empregabilidade. Participar do Prêmio é uma forma de o Senac aferir essa empregabilidade desde seu início, que é o estágio. É um momento de aprendizagem, reflexão e autoavaliação da nossa gestão com esse apoio primordial do IEL.”
Luciana Corniello, gerente de educação do Senac

“Ser vencedor do Prêmio IEL de Talentos é alcançar o reconhecimento e visibilidade para a instituição, destacando nossos talentos e conquistas perante a sociedade em geral. Além disso, é uma prova do nosso comprometimento com a excelência e inovação para a indústria forte. O estágio permite a formação de novos talentos, a renovação de ideias e novas perspectivas para o sucesso da empresa.”
Aliana Calaça, diretora da Faculdade Senai Ítalo Bologna

“A vitória no Prêmio IEL de Talentos possui uma significância extraordinária para a Opus, pois reforça a relevância do nosso Programa de Estágio. Este reconhecimento valida o nosso percurso e a certeza de que estamos efetivamente influenciando positivamente a trajetória dos estudantes, contribuindo para o seu progresso. Acreditamos, como empresa, na capacidade de moldar o futuro destes estudantes, enquanto também absorvemos conhecimento por meio dessa interação.”
Jenaína Dacheri, supervisora de RH da Opus Encorporadora

“Ser finalista do Prêmio IEL de Talentos é uma grande honra e um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido nas áreas de estágio, aprendizagem e inovação. O prêmio valoriza as melhores práticas e experiências de empresas, instituições de ensino, estagiários, aprendizes e bolsistas que contribuem para a formação de talentos e para o desenvolvimento do país. Ser finalista significa estar entre os melhores do Brasil e ter a oportunidade de compartilhar as conquistas e os desafios com outros profissionais e organizações. Além disso, ser finalista também é uma forma de incentivar a melhoria contínua dos programas e projetos que envolvem o IEL, o mercado de trabalho e a educação.”
Raquel Lima de Vasconcelos, estagiária na Sousa Andrade e finalista do Prêmio IEL de Talentos na categoria Projetos Inovadores (Grande Empresa)

“Ser finalista do Prêmio IEL de Talentos é uma conquista muito importe, pois é uma consequência do trabalho em equipe e pessoal, onde pude colocar em prática os conhecimentos adquiridos durante o estágio e ver os resultados impactando várias áreas do trabalho. É algo que levarei como grande experiência de desenvolvimento profissional e pessoal. Minhas expectativas para um futuro próximo é continuar no sistema atuando na áreas de T.I, pois enxergo uma boa oportunidade de crescimento profissional e pessoal.”
Miqueias Felix Fernandes, estagiário no Senai/Núcleo EaD e finalista do Prêmio IEL de Talentos na categoria Projetos Inovadores (Micro e Pequena Empresa)

“Gosto de ser competitivo e sempre estar entre os melhores. Espero crescer como profissional, adquirindo conhecimento para quando minha hora chegar, estar pronto para tudo. Ser finalista do Prêmio IEL é uma meta desde que comecei a primeira linha do meu projeto. A meta é conseguir construir minha própria empresa em um futuro não tão distante.”
Hitallo Rofhiman Souza, estagiário na Sousa Andrade e finalista do Prêmio IEL de Talentos na categoria Projetos Inovadores (Grande Empresa)

“Para mim, ser finalista do Prêmio IEL é de suma importância para o meu currículo e para minha vida profissional. É uma grande conquista, mostrando que todo o esforço não foi em vão. Espero ser efetivado e também receber propostas de trabalho. No futuro, espero constante evolução e aprendizado para sempre alcançar lugares mais altos. Minha meta é ser um grande profissional reconhecido, atuando fortemente na minha área, sendo influência para várias pessoas.”
Daniel Medeiros Filgueira, estagiário no Flamboyant e finalista do Prêmio IEL de Talentos na categoria Projetos Inovadores (Média Empresa)

 

PÓDIO DO 19º PRÊMIO IEL DE TALENTOS – ETAPA ESTADUAL 2023

RESULTADO FINAL

CATEGORIA EMPRESA INOVADORA - MICRO E PEQUENA EMPRESA:
1 º lugar – Lara Martins Advogados
2 º lugar  Jacó Coelho Advogados
3º lugar – Câmara Municipal de Nova Veneza Goiás

CATEGORIA EMPRESA INOVADORA - MÉDIA EMPRESA:
1 º lugar – Opus Incorporadora LTDA
2 º lugar  Planning Consultoria Contábil LTDA
3 º lugar  Flamboyant Shopping Center

CATEGORIA EMPRESA INOVADORA - GRANDE EMPRESA:
1 º lugar – Agroquima Produtos Agropecuários  LTDA
2 º lugar – Caoa Montadora de Veículos LTDA
3 º lugar  Prefeitura Municipal de Trindade

CATEGORIA EDUCAÇÃO INOVADORA – ENSINO TÉCNICO
1° lugar – Senai Vila Canaã   
2° lugar – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac)       
3° lugar – Colégio Vitória

CATEGORIA EDUCAÇÃO INOVADORA – ENSINO SUPERIOR
1° lugar – Centro Universitário UDF
2° lugar  Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás)
3° lugar  Universidade Federal de Goiás (UFG)

CATEGORIA PROJETOS INOVADORES MICRO E PEQUENA EMPRESA:
1° lugar – Estagiário
Anthony Vitor Silva Lima
1° lugar – Supervisor
Igor Morro Mello

2° lugar – Estagiária
Júlia Dias
2° lugar – Supervisora
Karoline Testoni

3° lugar - Estagiário
Miqueias Félix Fernandes
3° lugar – Supervisor
Paulo de Sá Filho

CATEGORIA PROJETOS INOVADORES – MÉDIA EMPRESA
1° lugar – Estagiário
Mayk Sannder da Silva Oliveira Santos
1° lugar – Supervisor
Arthur Augusto Araújo Soares

2° lugar – Estagiário
Daniel Medeiros Filgueira
2° lugar – Supervisor
Arthur Augusto Araújo Soares

3° lugar – Estagiária
Luhelen Assis Nunes
3° lugar – Supervisor
Roberto Lourenço de Sá Filho

CATEGORIA PROJETOS INOVADORES – GRANDE EMPRESA
1° lugar – Estagiária
Stefanny Karolinny Nunes de Carvalho
1° lugar – Supervisora
Halinne Fernandes de Melo

2° lugar - Estagiária
Raquel Lima de Vasconcelos
2° lugar – Supervisor
Davi Santana Santos

3° lugar – Estagiário
Hitallo Rofhiman Souza
3° lugar – Supervisor
Andre Jânio Sardinha Diniz

INOVA TALENTOS – ARTIGO INOVADOR
1° lugar – Bolsista doutora
Marcela Cristina Pereira de Barros

INOVA TALENTOS – PROJETO INOVADOR
1° lugar – Bolsista doutora
Marcela Cristina Pereira de Barros

2° lugar – Bolsista graduada
Ane Caroline Pereira Barbosa

CATEGORIA PRÊMIO IEL SOCIAL
Foram arrecadadas 42 toneladas de alimentos não perecíveis
1º lugar: Flamboyant Shopping Center, com 36 toneladas de alimentos doados
2º lugar: Jacó Coelho Advogados Associados, com 4 toneladas
3º lugar: Planning Consultoria Contábil LTDA, com 1,1 tonelada
4º lugar: Opus Incorporadora LTDA, com 460 kg
 

Receba novidades no e-mail

chat online